sexta-feira, 29 de abril de 2011

Maranhão comenta futuro do PMDB e não descarta aliança com PSDB



O ex-governador José Maranhão (PMDB) comentou na manhã desta sexta-feira (29) os prováveis rumos que o PMDB pode tomar nas eleições de 2012. Ele disse que ainda era cedo para discutir esse assunto, mas revelou que a sigla pode fazer aliança com qualquer outro partido e inclusive não descartou a possibilidade de união com o PSDB, do também ex-governador Cássio Cunha Lima. A declaração de Maranhão foi dada antes da reunião da cúpula do PMDB que aconteceu na sede do Diretório Estadual da legenda.
A união com os tucanos foi defendida pelo deputado estadual Trocólli Júnior (PMDB) e pelo vereador Fernando Milanez (PMDB). Comentando esta possibilidade, Maranhão disse que na democracia é possível aliança com qualquer partido. “Não descarto união nem com o PSDB nem com nenhum outro partido”, disse.
Perguntado se seria possível uma união com o ex-governador Cássio, seu principal adversário político, Maranhão foi evasivo. “O palpite é livre”.
O ex-governador também voltou a comentar o impasse sobre sua nomeação para um cargo no Governo Federal. Mais uma vez ele disse que não está pleiteando nenhuma vaga e que só aceita convite se for para ajudar no desenvolvimento da Paraíba. “Recebi alguns convites e não aceitei porque não podia fazer no cargo além de receber minha remuneração”, garantiu.
A executiva do PMDB, parlamentares do partido e o ex-governador José Maranhão se reuniram no final da manhã desta sexta-feira na sede da legenda, em João Pessoa. O encontro estava marcado para às 10 horas, mas começou com mais de duas horas de atraso.
As lideranças discutiram o fortalecimento do partido com vistas às eleições do próximo ano. Resultado mais concreto foi a definição das datas de alguns encontros que o PMDB vai realizar em algumas cidades do Estado.


fonte: Paraíba1

Professores da rede estadual RN entram em greve na segunda-feira

Presidente do Sinte/RN diz que greve depende de negociação
Professores e servidores da rede pública estadual entram em greve por tempo indeterminado na próxima segunda-feira. A decisão tomada em assembleia, ontem, é segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN uma resposta ao governo que até agora não atendeu à reivindicação de aplicação da tabela salarial à categoria. Os 19 mil professores ativos questionam que seus salários estão defasados em relação a outras categorias e que o governo não estaria oferecendo o mesmo tratamento.Em entrevista por telefone na manhã desta sexta-feira, a coordenadora do Sinte-RN, professora Fátima Cardoso, afirmou que a governadora chegou a enviar uma carta à instituição. “Mas essa carta é absolutamente evasiva. Ao mesmo tempo que se mostra interessada em resolver, diz que não tem como”. “Queremos o mesmo tratamento que o Governo concede a outras categorias”, afirmou. De acordo com o Sindicato, o salário de um professor em início de carreira, é de R$ 739,00. O cumprimento da tabela que trata dos vencimentos da categoria elevaria esse piso para R$ 1.759,50 podendo chegar a R$ 3.519,00 de um professor com doutorado, por exemplo. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação, a responsável pela pasta, Bethania Ramalho, ainda não foi informada oficialmente pelo sindicato sobre a greve, e só se pronunciará quando receber o comunicado. 
 
fonte: catolé news

Maior barragem do RN, Armando Ribeiro Gonçalves sangra nesta sexta-feira

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, localizada na cidade de Assu, na região central potiguar, sangrou na manhã desta sexta-feira (29). Por volta faz 11h30, a barragem transbordou. Por enquanto, o nível de água ainda não provocou prejuízos à população, mas é possível que o aumento do nível do rio Piranhas inunde algumas residências da região da Várzea do Vale do Assu.

Armando Ribeiro Gonçalves

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves foi construída pelo Dnocs, e é o segundo maior reservatório de água construído no Rio Grande do Norte, com capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos. Está localizada no Rio Piranhas (também chamado Rio Assu), 6 km a montante da cidade de Assu.
 
Por enquanto, o nível de água ainda não provocou prejuízos à população, mas é possível que o aumento do nível do rio Piranhas inunde algumas residências da região da Várzea do Vale do Assu

Foto: Júnior Santos  fonte: catolé news 

Cássio lança Romero Rodrigues para prefeitura de Campina Grande e defende Ricardo Coutinho

O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) antecipou, na quinta-feira, dia 28, seu provável candidato à prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo ano. O nome indicado é o do deputado federal Romero Rodrigues (PSDB). "Romero é o nosso provável candidato a prefeito nas eleições do ano vindouro", disse. A noite, Cássio esteve visitando a sede da Escola Técnica Redentorista em Campina Grande e defendeu a posição do governador Ricardo Coutinho (PSB) na não liberação de verbas para o São João de Campina Grande.
Segundo ele, tão logo assumiu e tomou conhecimento da gravidade da situação financeira do estado, o governador Ricardo Coutinho disse que estava suspendendo todos os patrocínios a eventos para o ano de 2011. Inclusive, já nos festejos carnavalescos, o governo não patrocinou nenhum evento de nenhuma cidade.
"O que eu conversei com o governador foi que outras ações estão sendo desenvolvidas pelo governo no sentido de ampliar a segurança do evento, além de uma grande estratégia de divulgação do Maior São João do Mundo em nível nacional".
Outro ponto classificado como de extrema importância pelo senador foi a questão da atração, por parte do Governo do Estado, de vôos charters para Campina Grande no período junino o que certamente se trata de um grande apoio. Cássio disse ainda que após as medidas necessárias para viabilizar financeiramente o Estado, ele tem certeza de que a partir do próximo ano, a prefeitura de Campina Grande bem como as cidades que promovem grandes eventos terão a contrapartida financeira do Estado.
Sobre Romero Rodrigues, Cássio elencou algumas qualidades do deputado federal para ser o indicado para a disputa. "Romero é dinâmico, atuante, competente e experiente, e pode vir a ser indicado como o nosso candidato a prefeito".
Lembrou, ainda, que Romero já foi vereador, deputado estadual e hoje ocupa cadeira na Câmara dos Deputados, representando o Estado da Paraíba. Também já foi secretário de Interiorização e chefe da Casa Civil do Governo do Estado. 

fonte: Diario da borborema online

Urgente: Médicos do Estado da Paraíba estudam demissão coletiva

Os médicos da rede estadual estão avaliando a possibilidade de pedir demissão coletiva. A decisão, se for confirmada, atingirá profissionais efetivos e comissionados, dentro de 30 dias.
“A medida extremada visa se precaver de situações que põem em risco a vida dos pacientes e também abalam a saúde dos médicos, que muitas vezes, dão plantões sozinhos em hospitais de urgência e até realizam cirurgias sem nenhum auxiliar em casos de risco de morte iminente”, explicou o presidente Tarcísio Campos, presidente do SIMED/PB (Sindicato dos Médicos do Estado da Paraíba).
Em assembléia extraordinária na noite de ontem em Campina Grande, os médicos que exercem atividades na rede hospitalar estadual decidiram manter o “estado de greve”, decretado na assembleia do dia 14, em João Pessoa.
O encontro aconteceu na Associação Médica e teve a presença de médicos de Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira, Itabaiana, Queimadas, Campina Grande, João Pessoa e ainda do presidente do Conselho Regional de Medicina, João Medeiros, e representantes da Federação dos Médicos do Nordeste e do Conselho Federal.
Os profissionais dos hospitais destas cidades relataram as péssimas condições a que estão sendo submetidos. Segundo eles, não há como exercer as funções da forma caótica como se encontra a saúde.
Faltam médicos nos plantões, materiais de trabalho, melhorias nas instalações e, por isso, a iniciativa de demissão dos prestadores de serviço já vinha sendo tomada nas unidades do interior de forma individual.
“Estamos lutando por salários dignos e por condições de trabalho que resulte em melhorias não apenas para os profissionais como para a população. Quem não se preocupa com o caos da saúde é porque tem plano de saúde. Situação chegou ao limite e esta decisão reflete o desrespeito da gestão”, lamentou Campos.
As principais deliberações da assembléia:• Não entrar em greve em respeito à população e, principalmente, por entender que uma medida extremada só pioraria a situação já caótica vivida pelos hospitais do Estado devido falta de gerenciamento da saúde no Estado.
• Manter o “estado de greve”, que prevê entre outras ações, paralisações de advertência para chamar a atenção sobre as precárias condições de trabalho dos profissionais de saúde, produção de relatórios contundentes (com imagens, vídeos, registro dos livros de ocorrência, boletins de ocorrências em delegacias, denúncias no Ministério Público) e representações junto ao Ministério Público Federal e Tribunal de Justiça da Paraíba.
• Denunciar na ouvidoria dos SUS as condições sub humanas a que estão expostos os pacientes, inclusive correndo risco de morte, e a falta de profissionais e de matérias nos hospitais do Estado.
• Solicitar mais uma vez um pedido de audiência com o governador para receber a comissão de mobilização dos médicos.
• Solicitar uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado.
• Participar do programa de cirurgias eletivas do Estado desde que este aceite a participação do CRM/PB E AMB/PB como representantes dos médicos fiscalizadores do cumprimento das condições éticas para realizar as cirurgias e fazer o devido acompanhamento.
• Enquanto não for criada uma comissão paritária entre gestores e representantes das categorias profissionais (SIMED/PB, SINDIMED/CG, SINDSAUDE, SINDIODONTO, SINDICATO DOS ENFERMEIROS), nenhum médico está autorizado a assumir plantões no novo hospital Regional de Campina Grande.
• O CRM fará uma nova fiscalização nos hospitais regionais de Campina Grande e Patos, a fim de avaliar as condições de funcionamento destas unidades devido à escassez de plantonistas, podendo, inclusive, fazer a interdição ética destes serviços.
• O CRM fará a convocação de todos os diretores técnicos médicos dos hospitais do Estado para apurar as denuncias de infração do código de ética médica.
• Nenhum médico deve se dispor a fazer mais plantões extras enquanto o governador não receber a categoria médica.
• Uma comissão estadual de médicos vai discutir a proposta aprovada na assembleia sobre a classificação dos hospitais do Estado e a devida remuneração atendendo o grau de complexidade de cada hospital e gratificação de interiorização. A medida deveria ter sido efetuada pela gestão em reunião lavrada em ata entre o SIMED/PB e o secretário interino da saúde.
- Criação do fórum permanente de discussão da saúde do Estado “Saúde: direito do cidadão e dever do Estado”.
- Iniciada a discussão do processo de pedido e exoneração do concursados através de reuniões de especialidades, de forma autônoma, dentro do prazo de 30 dias. A medida extremada visa se precaver de situações que põem em risco a vida dos pacientes e também abalam a saúde dos médicos, que muitas vezes, dão plantões sozinhos em hospitais de urgência e até realizam cirurgias sem nenhum auxiliar em casos de risco de morte iminente. Ou seja, a administração não providencia médicos suficientes para preencherem as escalas de plantão.
- Médicos prestadores de serviço, "codificados" e do processo simplificado terão o prazo de 15 dias para avaliarem se entregam seus vínculos. Os cirurgiões do Trauma de João Pessoa irão se reunir no dia 03 de maio, no CRM, para decidir se entregam os seus plantões.
- Indicativo de nova assembléia em João Pessoa para o dia 27 ou 28 de maio.

fonte: portal da correio

Cássio diz que greve na UEPB é inoportuna por prejudicar alunos

O senador Cássio Cunha Lima  (PSDB) reiterou nesta sexta feira que ele considera desnecessária neste momento a greve dos servidores da UEPB. Ele disse que os salários estão em dia e os valores pagos estão entre os melhores do Nordeste. Para ele, se existe um pleito ao governo do Estado, este deve ser feito nas instancias próprias, sendo a greve na opinião dele, o recurso somente utilizado após encerradas de todas as possibilidades de negociação, “o que não é o caso”.
Ele fez questão de ressaltar que a autonomia da UEPB é uma conquista de toda a sociedade e que não está ameaçada, “é preciso esclarecer à sociedade o que está acontecendo e quem é o responsável por essa questão do duodécimo da Universidade”, disse o senador.
Segundo Cássio, Ricardo assumiu o governo em janeiro e determinou que os repasses dos duodécimos aos demais poderes e à UEPB, neste inicio de ano seriam feitos a partir da média dos 12 meses anteriores, ocorre que o governo que o antecedeu, deixou de fazer um repasse e a média da UEPB teria sido diminuída.
“Não vai adiantar a tentativa de alguns setores em partidarizar esse debate acusando o governador de ser contra Campina pois isso é uma tremenda bobagem e a população tem discernimento suficiente para perceber manobras nesse sentido e já deu diversas provas de que sabe quem diz a verdade e quem tenta manipular a informação,” declarou o senador eleito.
“Participei de praticamente todos os movimentos mais importantes da UEPB e sei do meu papel na efetivação da autonomia da entidade e por isso mesmo acredito que tenho legitimidade para fazer estas afirmações que em nada são contrários às reivindicações dos servidores porém manifesto a minha preocupação com os principais prejudicados que são os alunos da universidade, muitos dos quais em processos de conclusão dos seus cursos” afirmou Cássio.
Cássio disse que é preciso entender que o governador Ricardo Coutinho não pode ser responsabilizado por algo que não tem culpa, “é preciso esclarecer que foi o governo anterior quem deixou de fazer repasses obrigatórios para a UEPB e que Ricardo não pode ser responsabilizado por erros dos outros, o que ele está fazendo, com bastante propriedade, inclusive, é equilibrar as contas do Estado. O senador disse que se está ocorrendo algum desentendimento entre o governo e a UEPB, o local apropriado para resolver é a mesa de negociação, “creio que o instrumento da greve deve ser sempre a última opção para qualquer movimento”.

fonte: portal da correio

Brejo dos Santos: Prefeitura adquire laborário para a vigilância sanitária municipal; agentes prometem fiscalizar e multar os infratores

A cada dia o aumento das doenças causadas por infecção alimentar vem crescendo em nosso país, podendo causar sérios problemas a nossa saúde e em alguns casos levando até a morte. Apesar disso, muitos estabelecimentos comercializam produtos com prazos de validade vencidos, além da venda de medicamentos de forma ilegal que oferecem riscos a Saúde Pública.
Existem vários órgãos competentes para inibir tais infrações, porem em cidades pequenas o trabalho é mais dificultoso devido à falta de denuncias da população e de equipamentos para a fiscalização nos estabelecimentos. Esse trabalho vem sendo realizado em nossa cidade há alguns anos pelo Departamento de Vigilância Sanitária Municipal (DEVISA), um trabalho que veio a diminuir a venda de tais produtos irregulares, porém ainda estava deixando muito a desejar segundo a população brejo-santense, com isso neste ano de 2011 a Prefeitura Municipal esta investindo na compra de equipamentos, produtos, fardamentos, além de aumentar o efetivo que agora passa a ter mais 2 funcionários incluindo o Veterinário Rondinelli Borges que ficou responsável pela Coordenação, Jonas Batista pela parte Laboratorial e Jucivânia Caetano no setor Administrativo .
A nova equipe da Vigilância Sanitária passará a ter 3 agentes para o trabalho de fiscalização em todos os estabelecimentos comerciais da nossa cidade, além de escolas e creche.
O Prefeito Dr. Lauri autorizou a compra de equipamentos Laboratoriais para analises de produtos tais como o Leite, Queijo, Doce, Carnes e outros produtos. Os animais dos produtores inclusos no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), rede que movimenta a agricultura familiar de Brejo dos Santos que fornecem leite e carne para escolas, creche e hospital será feito exame de brucelose e inspecionado as condições de criação, abate e controle das vacinais obrigatórias.
Dentre os equipamentos comprados está o Termolactodensímetro que determina a densidade do Leite, o teste da densidade pode ser útil na detecção de adulteração do leite.
Será feito também o Teste de alizarol – teste de estabilidade, além de outros produtos e equipamentos que serão utilizados. Essa iniciativa do Laboratório para a Vigilância Sanitária Municipal é pioneira entre as cidades da região.
Todos os agentes estarão indo as ruas e estabelecimentos caracterizados, usando fardas, crachá de identificação e Termômetro Digital. As escolas e alguns estabelecimentos tais como lanchonetes e restaurantes irão receber tocas e aventais padronizados pela DEVISA (Departamento de Vigilância Sanitária Municipal de Brejo dos Santos – PB).
De acordo com os agentes todos os estabelecimentos serão novamente notificados sobre a não comercialização de produtos e/ou Medicamentos tais como Dipirona, Paracetamol entre outros que venham oferecer riscos à Saúde Pública. O NÃO CUMPRIMENTO do acima estabelecido fica o infrator sujeito às sanções e penalidades previstas na Lei Federal nº. 6.437 de 20/08/1977, em vigor com Pena – Advertência, Intervenção, Interdição, Cancelamento da Licença e/ou Multa na Lei 9695, de 20 de Agosto de 1998.
A pena de multa consiste no pagamento das seguintes quantias:
(redação dada pela MP nº 2.190-34, de 23 de agosto de 2001).
I – nas infrações leves, de R$ 2.000,00 (dois mil reais) a R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais);
II – nas infrações graves, de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil reais) a R$ 200.000, 00 (duzentos mil reais);
III – nas infrações gravíssimas, de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) a R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais).
§ 2º As multas previstas neste artigo serão aplicadas em dobro em caso de reincidência.
§ 3º Sem prejuízo do disposto nos arts. 4º e 6º desta Lei, na aplicação da penalidade de multa a autoridade sanitária competente levará em consideração a capacidade econômica do infrator. (NR)
A DEVISA pede a toda a população para denunciar estabelecimentos que estejam           infringindo a lei.

fonte: Informenoticia1

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Em Brejo dos Santos: Rinaldo Soares recebe visitas de políticos e empresários, entre eles deputado do Estado de Roraima e o dono da Rede Óticas Diniz

O Vereador Rinaldo Soares (DEM), recebeu no último sábado de páscoa, 24.04,  em um churrasco na sua residência , ilustres convidados entre eles: Seu grande amigo, o empresário Parima (dono de várias empresas na cidade de Boa Vista –RR), o deputado estadual pelo estado de Roraima Brito, o suplente de deputado estadual Biu Fernandes, o deputado federal Efraim Filho, além de vários empresários: Arione Diniz das Óticas Diniz e Geraldo Amélia e seu filho proprietário da frábica de calçados e materias esportivos, a Prenda
Eestava presente também o Prefeito de BreJo dos Santos, Lauri Ferreira e muitos outras autoridades da região e amigos que prestigiaram o parlamentar.
Durante a festa e aproveitando a oportunidade, o parlamentar pleiteou alguns projetos e pedidos  importantes para o município, tais como: a instalação de uma fábrica gerando renda e empregos em Brejo dos Santos, solicitou ao deputado Efraim Filho que faça apelo ao governador do estado, Ricardo Coutinho para que mande fazer o conserto do asfalto da PB 323 de Catolé do Rocha a Alexandria-RN passando por Brejo dos Santos e Bom Sucesso.
O vereador democrata pediu também a solução da rede de esgoto da cidade já que a ligação das casas foram feitas sem a contrução do piscinão de tratamento, o que está acarretando sérios problemas na saúde da população do bairro José Calixto e danos ao meio ambiente, uma vez que o esgoto corre a céu aberto e deságua em mananciais da região, inclusive esse tema foi objeto de denúncia do vereador no mês passado.
O  parlamentar pediu ainda um aterro sanitário para resolver o problema do lixão, e muitos outros pleitos que foram entregues pessoalmente ao seu amigo deputado Federal Efraim Filho e aos empresários presentes.
O parlamentar mostrou que Brejo dos Santos apesar de ser pequena e simples é hospitaleira, recebe muito bem ilustres convidados.
O churrasco na casa de Rinaldo, só terminou no início da noite.

fonte: informenoticia1

Na Paraíba :Anestesistas podem pedir demissão coletiva; Agra diz que movimento é político

O prefeito Luciano Agra (PSB) tem dito que o movimento dos médicos tem conotação política

A insatisfação dos médicos que trabalham nos hospitais públicos da Paraíba parece que está chegando no limite. Depois que o Tribunal de Justiça da Paraíba decretou a ilegalidade da greve da categoria, os profissionais voltaram aos hospitais, mas o não atendimento das reivindicações e a falta de estrutura nos hospitais podem levar parte da categoria a tomar uma decisão extrema. O prefeito Luciano Agra (PSB) tem dito que o movimento dos médicos tem conotação política, o que dificulta as negociações.
De acordo com uma fonte ligada ao Sindicato dos Médicos da Paraíba, os anestesistas vão se reunir no Hospital da Unimed nesta sexta-feira, 29, e o principal ponto da pauta é um pedido de demissão coletiva destes profissionais.
De acordo com a fonte do WSCOM Online, caso os anestesistas decidam mesmo pedir demissão coletiva, a Saúde de João Pessoa, pode entrar num colapso, já que a maioria destes profissionais que atendem a rede municipal de saúde é proveniente das cooperativas que prestam a Prefeitura.
Segundo Agra, o governo municipal já conseguiu superar defasagens salariais de vários anos, inclusive dobrando os vencimentos dos médicos.
“Houve uma politização do processo. Nossas ofertas foram extremamente racionais, no entanto, os médicos chegam com uma proposta dessa de aumento de 300%. Como é que um trabalhador de qualquer outra categoria tem um aumento anual de no máximo 5% a 7%, e os médicos querem isso tudo?” , questiona o prefeito.

fonte: WSCOM Online

Na Paraíba: Conta de água sobe 16,9% a partir de 1º de junho

agua
A conta de água deve pesar mais no bolso do consumidor paraibano, a partir do dia 1º de junho. O reajuste de 16,93%, segundo o presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Deusdete Queiroga, já foi aprovado pela Agência de Regulação da Paraíba (ARPB) e a decisão deve ser divulgada hoje no Diário Oficial.
De acordo com a legislação, depois de publicado o parecer da Agência, o reajuste deve entrar em vigor em 30 dias. No entanto, Deusdete informou que por ser final de mês, a nova tarifa só irá vigorar a partir do primeiro dia do mês seguinte.
Com o aumento, a tarifa normal passará a custar em média R$ 20 e, se o domicílio tiver esgotamento, ainda terá um acréscimo de 80% desse valor, que chegará a R$ 16. Já os consumidores da tarifa social (baixa renda) não terão aumento em sua conta de água. Eles vão contar ainda com a redução da taxa do esgoto, que atualmente é de 25% do valor da conta da água e passará  para 10%. Para essa faixa de consumo (até 10 metros cúbicos), o valor que atualmente é em torno dos R$ 13 (água e esgoto) será reduzido para R$ 11. Hoje a empresa possui mais de 700 mil ligações, sendo cerca de 40 mil de tarifa social.
Custos operacionais
O estudo para apresentação do reajuste se baseou nos custos operacionais da empresa, como despesas de energia elétrica, que subiram 40,4% no período, gastos com pessoal e insumos como os produtos químicos.
“O último aumento que a Companhia deu foi em 2008. Na época,  foi de 8%, no entanto, esse reajuste era feito anualmente. Agora passamos três anos para ter outro. Se fôssemos fazer uma proporção, ainda é menos que o reajuste dado na época”, disse o presidente. Segundo ele, o reajuste anunciado ajudará a empresa a investir mais em projetos que facilitem o acesso dos paraibanos à água e prestação de serviços de qualidade aos seus clientes.

fonte: portal da correio

Decisão do STF não muda quadro na PB: Hervázio continua na AL e Pastor Edmilson na Câmara

A decisão do Supremo Tribunal Federal - STF - determinando que a vaga de suplente é da coligação definiu o quadro político na Assembléia Legislativa e Câmara Municipal de Vereadores de João Pessoa.
Na AL, a ocupação das cadeiras permanece como está. Hervázio Bezerra (PSDB), que assumiu no lugar de Manoel Ludgério (PDT), continua no cargo.
Já Pastor Edmilson (PRB), que assumiu vaga na Câmara da Capital no lugar de Edmilson Soares (PSB), e estava ameaçado por ação interposta pelo suplente do PSB, Padre Adelino, não tem mais do que se preocupar, pois continuará no cargo.
Além desses dois casos, outros suplentes de partido que reivindicavam vaga não mais ameaçam os suplentes de coligações que já tinham assumido, como é o caso de Raoni Mendes, que tinha assumido na Câmara no lugar de Hervázio e seu cargo estava sendo pleiteado pela suplente do PSDB, Vera Lucena.
Na vaga de Daniella Ribeiro (PP), em Campina, que deixou a Câmara após ser eleita para Assembléia a vaga é do suplente da coligação João Dantas (PTN). 

fonte: portal da correio

quarta-feira, 27 de abril de 2011

PREVIDÊNCIA REGISTRA SUPERÁVIT DE R$ 1,1 BILHÃO EM MARÇO

Da Redação (Brasília) - A Previdência Social registrou o terceiro superávit consecutivo deste ano no setor urbano. Em março, o saldo entre arrecadação e pagamento de benefícios foi de R$ 1,1 bilhão – aumento de 19,1% em relação ao resultado de fevereiro. O valor leva em conta o pagamento de sentenças judiciais e a Compensação Previdenciária (Comprev) entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) de estados e municípios.
“Estou encarando com certo otimismo esses resultados porque eles vêm se verificando mês a mês”, afirmou o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, logo após divulgar os números de março para a imprensa. Ele comemorou o fato de que, considerando a média móvel dos últimos 12 meses, este foi o melhor resultado do RGPS desde dezembro de 2003. “Foi quando tivemos a menor necessecidade de financiamento para a Previdência”, explicou.
Assessoria

fonte: carnaúba em foco

Dilma lança amanhã programa de acesso à escola técnica

Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica (Pronatec), que buscará ampliar o caminho de acesso à educação profissional para jovens do ensino médio e trabalhadores sem formação, será lançado amanhã (28) pela presidenta Dilma Rousseff.

Dilma e o ministro da Educação, Fernando Haddad, reúnem-se agora à tarde para fechar os últimos detalhes do programa, que incluirá a extensão do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), hoje restrito à graduação, para cursos técnicos de qualificação profissional.

De acordo com informações do Ministério da Educação, pela proposta inicial, o Pronatec ofereceria cursos de qualificação profissional a alunos do ensino médio. Agora, o projeto deverá incluir também a capacitação de trabalhadores que já estão no mercado e a expansão das escolas técnicas federais. A ideia é que empresários que tenham interesse em oferecer capacitação a seus funcionários também possam contratar o Fies. 
 
fonte: Agência Brasil

Daniella Ribeiro critica Governo e diz que apoio é fundamental para São João

 http://www.diariodosertao.com.br/ew3press/sendtmp/2011/20110325172517/destaque/20110325172517_amp.jpg

A deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) comentou nesta terça-feira a falta de apoio do Governo do Estado ao São João de Campina Grande. A parlamentar que é natural da cidade disse que a ajuda financeira da gestão estadual é fundamental para a realização do evento. Ela também criticou a forma como o prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) foi recebido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) na última semana.
"Imagine se ele (Ricardo) fosse procurar a presidente Dilma e no encontro ela cobrasse melhoria de índices para fazer parcerias com a Paraíba . O que foi feito foi uma manobra ardilosa, não tenho como classificar de outra maneira, para constranger Campina Grande", disse Daniella, no programa Polêmica Paraíba, fazendo coro com as reclamações de Veneziano.
A parlamentar afirmou que o governador tem o dever de apoiar financeiramente o São João de Campina Grande. "Precisa de apoio financeiro mesmo, o governo tem que ajudar para que a festa possa se realizar", completou.
Daniella disse que o fato de estar defendendo o São João de Campina Grande, não quer dizer que ela esteja se aproximando do prefeito Veneziano, de quem foi opositora quando era vereadora. "Uma coisa não tem nada a ver com a outra, Campina foi atacada e eu estou defendendo os interesses da cidade ", acrescentou.
Finalizando, Daniella destacou que espera que o governador não apareça em Campina Grande, durante o São João. "Espero que ele tenha consciência e não vá para Campina durante a festa, porque uma pessoa que negou ajuda não pode aparecer na festa apenas para tirar fotos".
  
fonte: É Sertão com Jhonathan Oliveira

Técnicos administrativos da UEPB decretam greve por tempo indeterminado

O SINTESPB/UEPB decidiu nesta quarta feira 27, em assembléia extraordinária a efetivação da greve dos técnicos administrativos da UEPB, por falta de interesse do governo em cumprir a lei de autonomia da UEPB.
Segundo o presidente do SINTESPB/UEPB, Severino do Ramo (Raminho), o Sindicato não queria essa greve, entretanto devido a falta de interesse do governo em respeitar a Lei de Autonomia da UEPB (Lei 67.945/2006) e a falta de diálogo não teve outra opção, senão atender os pleitos da categoria e decretar a greve.
Na manhã desta quarta feira, a diretoria do Sindicato participou de uma reunião com o secretario de Interiorização Adriano Galdino, onde o secretario pediu que o sindicato esperasse para decidir após 18h quando a diretoria se reuniria com Luzemar Martins. Agora o Sindicato ira participar da reunião entretanto com a categoria em greve. 
 
fonte: iParaíba com Ascom

Em Santa Rita: Ricardo assina convênio para construir barragem e anuncia R$ 25 milhões em investimentos

ricardo coutinho
O governador Ricardo Coutinho anunciou, no final da tarde desta terça-feira (26), um pacote de investimentos de R$ 25 milhões nas áreas de abastecimento de água e educação no município de Santa Rita. Em solenidade bastante prestigiada pela população e por lideranças políticas locais, o governador e o representante da Caixa Econômica, Celizio Bezerra, assinaram um convênio para implantação de uma barragem de nível para captação de água no rio Tibiri e abastecimento da cidade. A obra, que começará a ser licitada, está orçada em R$ 1.617.511,78 com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Durante a solenidade, Ricardo Coutinho também anunciou a retomada das obras no valor de R$ 5,7 milhões para a ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água com rede de distribuição, ligações domiciliares e reservatório elevado. As obras estavam paradas e com problemas nos contratos, mas já foram iniciadas pelo atual governo, que prevê que até janeiro de 2012 seja concluída levando água para os moradores dos bairros de Marcos Moura, Tibiri II e Eitel Santiago.

Dentro do pacote de investimentos para Santa Rita o governador anunciou o reinício da ampliação do sistema de esgotamento sanitário do centro com rede coletora, ligações domiciliares e intra-domiciliares na ampliação do sistema de esgotamento de Várzea Nova, no valor de R$ 6,4 milhões e ampliação do sistema de esgotamento de Odilândia no valor de R$ 6,2 milhões provenientes do PAC 1. Os bairros do Alto das Populares e Lagoas também serão beneficiados com investimentos de R$ 2,7 milhões com a implantação de todo sistema de esgotamento sanitário.

O governador Ricardo Coutinho destacou que os investimentos representam algo que irá resolver definitivamente os problemas de falta de água no Centro, Marcos Moura, Alto das Populares, Tibiri e Eitel Santiago. “O sistema de abastecimento d’água o que existe hoje em Santa Rita é insuficiente diante do crescimento da população, que é a terceira maior do Estado. Muito pouco foi feito nos últimos anos e estamos fazendo agora algo que irá resolver problema do saneamento e a falta de água”, ressaltou o governador.
O superintendente da Cagepa, Deusdete Queiroga, reconheceu a dificuldade de abastecimento de água em Santa Rita, pela própria empresa não ter se planejado e preparado o sistema para o crescimento da cidade. “Esperamos que até janeiro de 2012 o problema da água seja resolvido e os santaritenses possam voltar a se orgulhar dos serviços da Cagepa”.

O representante da Caixa Econômica Federal na Paraíba, Celizio Bezerra, destacou a parceria entre a instituição e o Governo do Estado em um estoque de obras de mais de R$ 1 bilhão na Paraíba. Ele ressaltou que o governo contou com o apoio da Caixa nestes 115 dias de governo e certamente a parceria em prol de obras em benefício da população continuará até o final do mandato.

O prefeito de Santa Rita, Marcos Odilon, ressaltou que no dia do seu aniversário o governador Ricardo Coutinho não poderia dar um presente melhor para ele do que levar água para a cidade e os bairros como Marcos Moura, Odilândia e Tibiri. “Esse é um presente para os santaritenses que guardarão esse gesto do governador em seus corações”, destacou o aniversariante.

O estudante Aristóteles Lavoisier, morador de Tibiri, disse que mora a mais de 10 anos no bairro e sempre teve que conviver com a falta d água. “Só temos direito a água dia sim, dia não, devido a falta de um sistema de abastecimento. O governador anterior chegou a inaugurar uma bomba e fazer festa em praça pública, mas o equipamento nunca funcionou. Agora com todo esse investimento esperamos que o problema seja resolvido em definitivo”, completou.
ricardo coutinho
Educação - O governador também assinou duas Ordens de Serviço para a reforma e ampliação da escola estadual Éneas de Carvalho e a construção de um ginásio de Esportes com objetivo de melhorar a qualidade do ensino no município. Ele também destacou que Santa Rita será uma das 20 cidades do Estado a ganhar uma escola técnica estadual.
 
 
fonte: portal da correio com Secom da PB

terça-feira, 26 de abril de 2011

HOMEM É PRESO EM FLAGRANTE DE DELITO EM ALEXANDRIA/RN PORTANDO MUNIÇÕES E MEDICAMENTOS DE MANEIRA ILEGAL

Por volta das 10:40 hs dessa terça-feira (26), na cidade de Alexandria/RN, mais precisamente no Conjunto São Francisco, Bairro do Cascalho, a Guarnição de serviço, sob o Comando do Cabo PM FAUSTINO, prendeu em flagrante de delito a pessoa de Francisco Gil Sarmento, aposentado, 71 anos, natural de Sousa/PB, por encontrar-se portando, ilegalmente, munições e medicamentos.
Os policiais receberam, anonimamente, a denúncia de que o referido acusado estava portando em um veículo Corsa Sedan de cor azul os materiais e objetos ora apreendidos.
Além de proceder a prisão do sr. Francisco Gil, os policiais apreenderam também o seguinte veículo, munições, medicamentos e materiais:                     
VEÍCULO APREENDIDO
Corsa Sedan, Cor Azul, placas MOP-3118 – Sousa/PB, ano/modelo 2006/2007, em nome de Elisabete Marques Sarmento.
MUNIÇÕES
15 Kg de Chumbo; 25 caixas de espoletas; 45 unidades de pólvora preta com 50g cada; 80 unidades de pólvora rosa com 30g cada.
MEDICAMENTOS
80 unidades de Dipirona c/ 10 ml cada; 03 caixas de Sonrisal c/ 60 unidades cada; 04 caixas de Dorflex com 240 unid. cada; 1.760 comprimidos de Diclofenaco de 50mg; 05 caixas de Anador c/ 120 unid.; 300 comprimidos de Intestin 2mg; 1.320 comprimidos de Áciso Acetalisalicilico 100 mg; 02 caixas de Gripineu c/ 100 comprimidos cada; 03 caixas de Doralflex c/ 200 comprimidos cada; 672 comprimidos de Paracetamol 750 mg; 25 caixas de Tylemax de Paracetamol líquido 15 ml; 38 comprimidos de Melhoral.
MATERIAIS
63 chapéus; 40 Bonés; 10 rolos de durex; 24 caixas de baralhos; 07 caixas de Sabonetes Aroeira c/ 24 unidades cada; 34 escovas dental; 120 unidades de pegador p/ cabelos; 04 caixas de remendos Vipal c/ 100 unidades cada; 05 dúzias de coador de café; 03 caixas de grampos p/ cabelos c/ 300 unidades; 02 caixas de canetas azuis c/ 100 unidades; 70 unidades de fita isolantes; 12 unidades de aguardente alemã Jalapa D1; 08 unidades de elástico; 25 caixas de linha para costura c/ 10 unidades cada; 25 unidades de gel para massagem; 102 unidades de canetas automáticas; 40 unidades de ligas para motos; 10 dúzias de borracha para panela de pressão; 03 rolos de 15 m de liga de soro; 05 lanternas; 03 Controles remoto p/ TV; 02 bainhas p/ facas; 05 extensões de energia; 02 guarda-chuvas; 02 Dúzias de Cortador de Unhas; 100 unidades de interruptores de energia; 24 pulseiras; 01 dúzia de pentes fino; 04 máquinas calculadoras grandes; 30 máquinas calculadoras pequenas; 14 unidades de bocal c/ rabicho; 10 unidades pêra interruptor; 179 Unidades de lápis de madeira; 80 unidades de caderno de bolso e 11 caixa de contonetes.
Todo o material, medicamentos, munições, assim como o veículo no qual o sr. Francisco Gil se encontrava foram repassados à 8ª DRP de Alexandria, para onde também foi conduzido o acusado e apresentado à autoridade policial competente para serem realizados os procedimentos cabíveis e de praxe.
fonte: 3ª CPM/7ª BPM de Alexandria/RN
veja as imagens da apreenção:
Medicamentos apreendidos

Materiais apreendidos

Materiais apreendidos
Mais medicamentos apreendidos

PSDB da PB utiliza verba do Fundo Partidário para comprar até ração animal

http://4.bp.blogspot.com/_bcsohRDos74/ScwTsKvdoUI/AAAAAAAAAYA/U2rYA9nPStQ/s320/psdb.jpg 
A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) ficou surpresa na tarde desta terça-feira (26) ao analisar as contas do PSDB paraibano referente ao exercício financeiro de 2009. 

É que a direção estadual do PSDB paraibano utilizou R$ 32 mil do Fundo Partidário para, entre outras coisas, comprar ração animal.
Ao relatar o fato, o desembargador Genésio Gomes chegou a conclusão de que a verba tinha sido utilizada indevidamente já que o dinheiro do Fundo Partidário não pode ser utilizado para compra de produtos, como por exemplo ração.
No seu voto, o relator pediu a reprovação das contas e condenou o PSDB paraibano a devolver os R$ 32 mil ao Fundo Partidário de forma parcelada e também pela suspensão do repasse do dinheiro ao partido. Apesar de votar pela punição, o relator não informou quais foram as outras coisas adquiridas pelo partido, além da ração.
Na ocasião, a juíza Niliane Meira não concordou com o relator e disse que a pena estava muito branda pela gravidade do ocorrido e pediu vista para analisar melhor o caso. “Não podemos apenas aplicar essa pena, pois o caso é grave”, disse.
O caso da ração do PSDB deve voltar a pauta de julgamento no TRE na próxima terça-feira (3).


 fonte: É Sertão com PolíticaPB

Veneziano diz que Ricardo não fez sequer um gesto com relação ao São João de CG

Vital do Rêgo convocou a coletiva para rebater as informações do governador

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), informou nesta terça-feira, 26, após entrevista coletiva concedida na Secretaria de Saúde, de que esperava ao menos um gesto do governador Ricardo Coutinho (PSB) com relação ao apoio ao São João de Campina Grande “e ele não veio”. Vital do Rêgo convocou a coletiva para rebater as informações do governador sobre os indicadores sociais da Rainha da Borborema.
“Não exigimos que os nossos pleitos fossem atendidos na íntegra, mas esperávamos pelo menos um gesto. Que o governador tivesse revelado que não poderia manter o patrocínio que foi dado no ano passado de R$ 1,2 milhão, mas que nos ajudasse com R$ 100, R$ 200 ou R$ 300 mil, que já seria uma ajuda”, declarou.
Já o secretário de obras da Prefeitura de Campina, Alex Azevedo, disse que atitude do governador de apresentar os índices sociais de Campina Grande foi irresponsável e acredita que ele foi enganado por sua assessoria. “Não acredito que ele (Ricardo Coutinho) tenha agido de má fé ao apresentar números distorcidos. eu prefiro acreditar que foi um engano, e um engano grosseiro, da assessoria do governador”, destacou Alex.
Veneziano apresentou os dados, que segundo ele, são os atuais e não os de 2010 revelados por Ricardo. Segundo o prefeito, o índice de reprovação escolar não é de 20%, mas de 14,4%, e os números de abandono escolar são de 9,4% e não de 15%, conforme o Estado informou.
Já o secretário de Educação declarou que se os critérios apresentados pelo governador forem aplicados, não haverá convênio com nenhuma prefeitura do Estado. “Inclusive com a de João Pessoa por que ele não fez seu dever de casa”.

 fonte: WSCOM Online

12 cidades da PB tem recursos da saúde suspensos; veja

Doze cidades da Paraíba tiveram os recursos suspensos pelo Ministério da Saúde (MS), nesta segunda-feira (25) por causa de irregularidades na saúde. O MS suspendeu a transferência de incentivos financeiros referentes ao número de equipes de Saúde da Família, equipes de Saúde Bucal e de Agentes Comunitários de Saúde
As cidades com recursos da saúde suspensos são: Boa Ventura, Cajazeiras, Campina Grande, Catingueira, Conceição, Cuité, Dona Inês, Ibiara, Itaporanga, Nova Olinda, Santa Tereza e Triunfo.

Diario Oficial
O Governo Federal baixou portaria de número 857, de 20 de abril de 2011, publicada no Diário Oficial da União desta segunda. A nova Portaria de número 857, de 20 de abril de 2011, tem o seguinte teor:
Suspende a transferência de incentivos financeiros referentes ao número de equipes de Saúde da Família, equipes de Saúde Bucal e de Agentes Comunitários de Saúde nos Municípios com irregularidades no cadastro de profissionais no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES).
O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso de suas atribuições, considerando os esforços do Ministério da Saúde pela transparência nos repasses de recursos para a Atenção Básica;
Considerando o disposto na Política Nacional de Atenção Básica, instituída pela Portaria nº 648/GM, de 28 de março de 2006;
Considerando o disposto na Portaria SAS/MS nº 750, de 10 de outubro de 2006, que define o Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - SCNES como base de cadastral para o Sistema de Informações da Atenção Básica - SIAB;
Considerando a responsabilidade do Ministério da Saúde pelo monitoramento da utilização dos recursos da Atenção Básica transferidos para Municípios e Distrito Federal; e considerando a existência de irregularidades no cadastramento de profissionais da Saúde da Família identificadas no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), resolve:
Art. 1º Suspender a transferência de incentivos financeiros referentes ao número de equipes de Saúde da Família, de equipes Saúde Bucal e de Agentes Comunitários de Saúde, da competência financeira fevereiro de 2011, dos Municípios que apresentaram duplicidade no cadastro de profissionais no SCNES, relacionados no Anexo a esta Portaria.
Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
ALEXANDRE ROCHA SANTOS PADILHA

fonte: portal da correio

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Vitalzinho será relator da partilha dos royalties do petróleo

O senador Vital do Rego (PMDB-PB) foi designado relator do Projeto de Lei n.º 16, de 2010, que definirá parâmetros para a exploração e a produção de petróleo, de gás natural e de outros hidrocarbonetos fluidos sob o regime de partilha de produção, em áreas do pré-sal e em áreas estratégicas. A matéria altera dispositivos da Lei n.º 9.478, de 6 de agosto de 1997.
Esta Lei trata da exploração e produção de petróleo; competências do Conselho Nacional de Política Energética - CNPE, da Agência Nacional do Petróleo - ANP e do Ministério de Minas e Energia; casos de contratação direta e de licitação para exploração de petróleo; contratos de partilha de produção; rateio das rendas governamentais no regime de partilha de produção (royalties); além da própria comercialização do petróleo.
Vital também foi designado relator do Projeto de Lei n.º 166, de 2007, que altera a Lei n.º 9.478, de 6 de agosto de 1997, que trata dos critérios de distribuição de royalties. O Senador informou que, por uma questão de economia processual, solicitou a tramitação conjunta das matérias.
Estas são as duas matérias que tramitam no Congresso Nacional tratando da partilha dos royalties do petróleo. “Desta forma, vamos tentar recuperar a bandeira da Confederação Nacional dos Municípios e dos Estados não produtores, no que se refere à possibilidade de uma partilha mais justa da riqueza nacional representada pelo pré-sal”, afirmou.
Vital disse que deverá construir uma alternativa para o Nordeste, especialmente para a Paraíba, que se viu frustrada com o veto do Presidente quando da sanção ao Projeto de Lei n.º 7, de 2010, convertido na Lei n.º 12.351, de 22 de dezembro de 2010, que tratava da exploração e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, sob o regime de partilha de produção, em áreas do pré-sal e em áreas estratégicas; além de criar o Fundo Social, definindo sua estrutura e fontes de recursos. 
fonte: iParaíba com Ascom

Ricardo garante que Trauma de Campina estará funcionando antes do São João

Governador disse que determinou celeridade na conclusão das obras

O governador Ricardo Coutinho (PSB) garantiu nesta segunda-feira, 25, que o novo Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande estará funcionando para atender a demanda de pacientes que devem aumentar durante a realização do Maior São João do Mundo.
Sobre o funcionamento do Trauma, ele garantiu que no mês de junho os atendimentos de alta complexidade da região já estarão sendo realizados no novo hospital. “É por isso que nós antecipamos a conclusão das obras para atender melhor as pessoas que necessitarem”, completou.
Ricardo disse ainda que foi a CVC, umas das maiores operadoras de turismo do Brasil, pedir a aprovação de voos charters para Campina Grande durante o período junino.
Coutinho disse que pediu a operadora vôos diretos do Rio de Janeiro para Campina Grande durante o São João. Segundo ele, o mesmo pedido será nos vôos de São Paulo a CG.
O governador ratificou que o Estado vai garantir apoio ao São João de Campina no tocante a infraestrutura e destacou que para isso é preciso destinar muitos recursos.
“O Estado garante segurança com pagamento de plantões, com aumento de recursos humanos nestas áreas; o Estado mobiliza toda sua rede de Saúde, inclusive em Campina Grande; o Estado participa no trânsito, com os Bombeiros, ou seja, nas mais diversas formas e isso inclui recursos”, afirmou.

fonte: WSCOM Online

Ministro do Trabalho participa de abertura do Projovem

Ministro do Trabalho
O vice-governador Rômulo Gouveia e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, participaram da aula inaugural do Programa ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã para os seis mil jovens inscritos em toda a Capital, nesta segunda-feira (25), no Espaço Cultural.
A solenidade de abertura foi presidida pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, e teve também a presença do secretário da Educação do Estado, Afonso Scocuglia, além de outras autoridades.

De acordo com Luciano Agra, o Projovem Trabalhador qualificou, em sua primeira edição, quatro mil jovens de 18 a 29 anos. “Nossa meta para 2011 é atingir seis mil jovens com cursos de qualificação em 19 áreas diferentes nos próximos seis meses”, explicou o prefeito durante a solenidade.

Para o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, esta oportunidade de qualificação que está sendo oferecida não pode ser desperdiçada. “Quero dizer para vocês que agarrem essa oportunidade. Nós estamos fazendo a nossa parte, agora só depende de vocês”, disse o ministro.

O ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã é um projeto do Ministério do Trabalho e Emprego, realizado por meio de convênio com a Prefeitura de João Pessoa em parceria com o Governo do Estado. O programa oferece cursos de qualificação profissional em 19 áreas do mercado de trabalho, bolsa-auxílio no valor de R$ 600 (dividida em seis parcelas de R$ 100), lanche, vale transporte, material didático e fardamento. Os cursos estão previstos para começar no dia 9 maio e terão duração de seis meses.

fonte: Secom-PB

sábado, 23 de abril de 2011

Derrotados em 2010 conquistam cargos com ajuda de aliados; Maranhão está na lista à procura

Nomes que transitam pelo cenário político brasileiro há anos, mas não se elegeram em 2010, driblam o fim dos mandatos com a nomeação para cargos públicos por correligionários e aliados.
Os ex-senadores petistas Aloizio Mercadante e Ideli Salvatti, da tropa de choque do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Senado, perderam a disputa aos governos de São Paulo e Santa Catarina, respectivamente, mas foram contemplados com os ministérios da Ciência e Tecnologia e da Pesca no governo da presidente Dilma Rousseff.
O ex-governador do Amapá Waldez Góes (PDT), que foi preso numa operação da Polícia Federal no ano passado e acabou derrotado na eleição para o Senado, foi nomeado para o gabinete de um deputado aliado.
Ser aliado e ter uma ficha de serviços prestados ao governo não é garantia, no entanto, de bons cargos na gestão Dilma. No PT-MG, por exemplo, há casos opostos.
Enquanto Fernando Pimentel, amigo de juventude de Dilma, virou ministro do Desenvolvimento, seu colega Patrus Ananias, ex-ministro responsável pelo Bolsa Família, voltou para uma vaga de concursado como analista legislativo na Assembleia de Minas.
À PROCURA
Alguns ex-candidatos ainda estão em busca de cargos.
Entre eles, estão a ex-governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), que tenta presidências de Banco da Amazônia e Sudam e a ex-senadora Fátima Cleide (PT-RO), que disse ter tentado sem sucesso "algum espaço" no governo.
O ex-governador Iris Rezende (PMDB-GO) também está nessa situação. Ele espera ser nomeado para a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, órgão não implementado.
Outros peemedebistas sem cargo são o ex-senador Hélio Costa (PMDB), derrotado para a disputa pelo governo de Minas, e o ex-governador José Maranhão (PMDB), que perdeu na Paraíba.

fonte: folha.com

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Veneziano critica Chico César e diz que atrações não serão modificadas

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), disse nesta quinta-feira (21), que a programação do Maior São João do Mundo não será modificada por conta das “declarações infelizes do secretário estadual de Cultura, Chico César”, de que o Estado não irá patrocinar sertanejos e “forró de plástico” nos festejos juninos.
O prefeito destacou que reconhece o potencial de Chico Cesar como intérprete e compositor, mas destacou que considerou as colocações do cantor inoportunas.
“As apreciações que foram feitas me parece inoportunas as colocações. Nos toca pelo fato de que Campina Grande, como todos sabem, realiza uma festa para o povo democraticamente, respeitando a heterogeneidade das opções”, afirmou.
Veneziano também destacou que a Paraíba tem artistas renomados e não apenas as atrações chamadas “lastimavelmente” por Chico César como atrações de plástico. Ele citou como exemplo Elba Ramalho, Dominguinhos, Zé Ramalho, Santana, Tom Oliveira, Alcimar Monteiro, Biliu de Campina e Amazan.
Para o prefeito, o secretário ofende “diretamente um segmento da população que gosta do estilo musical. “As pessoas que gostam deste estilo de música se sentem decepcionadas com essas declarações”, disse.



Fonte: Paraiba Online / WSCOM Online

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Municípios paraibanos receberão recursos na ordem de R$433 milhões nos próximos meses

O segundo trimestre promete trazer boas notícias para os prefeitos das principais cidades da Paraíba. Só de Fundo de Participação dos Municípios (FPM), eles devem receber R$ 433,6 milhões, conforme estimativa do Portal da Associação da Transparência Municipal. O montante é 23 pontos percentuais maior que o destinado no ano passado para os municípios paraibanos no mesmo período. Nos meses de abril, maio e junho de 2010, as prefeituras receberam R$ 351 milhões a título de FPM.
O crescimento no repasse de recursos, segundo avaliação da Organização Não Governamental (ONG), tem a ver com o fim dos efeitos causados pela crise mundial. Quem mais deve receber repasses do FPM neste trimestre é o município de João Pessoa. A estimativa da Transparência Municipal é de que a capital receba R$ 56,5 milhões. Em abril, a quantia repassada deve ser de R$ 15,5 milhões. Para maio, a estimativa é de que o valor seja de R$ 19,2 milhões, subindo para R$ 21,7 milhões em junho.
A segunda cidade que mais deve receber recursos do FPM nesse segundo trimestre do ano é Campina Grande, com R$ 14,6 milhões, sendo que, em abril, o valor repassado, segundo a previsão, é de R$ 4 milhões. Para o mês de maio a estimativa é de R$ 4,9 milhões, subindo para R$ 5,6 milhões em junho.
Em terceiro lugar no estado com maior volume de repasses neste trimestre ficou Santa Rita, com R$ 6,6 milhões. Em abril, o valor será de R$ 1,8 milhões, passando para R$ 2,2 milhões. Em maio, o repasse do FPM para Santa Rita tem uma pequena queda, ficando em R$ 2,5 milhões.
Bayeux e Sousa devem receber, cada uma, R$ 4,6 milhões do FPM neste segundo trimestre do ano. Ambas receberão em abril, R$ 1,2 milhões, em maio R$ 1,5 milhões e, em junho, R$ 1,8 milhões.
Para abril, a previsão é que as 223 cidades da Paraíba recebam R$ 119 milhões, já em maio estima-se que a quantia seja de R$ 147,6 milhões e, em junho, R$ 166,8 milhões. Apenas 23 municípios receberão acima de R$ 2 milhões nesses três meses.

fonte: o norte online